Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Violência’ Category

Usuário de drogas – Doente ou bandido?

Há muito profissionais de saúde e seguimentos importantes da sociedade vem discutindo qual a melhor estratégia para enfrentar o problema da disseminação do uso de drogas em nossa sociedade.

Ações das mais diversas têm sido empreendidas por governos, ONGs, Igrejas, etc., porém com um resultado final ainda questionador.

A falta da compreensão prática de que essa é uma questão de múltiplas facetas que seu enfrentamento depende de ações conjuntas e de diferentes setores governamentais e da sociedade tem feito com que os esforços até aqui desempenhados não tenham logrado o êxito necessário.

Algumas definições porém, tem se sedimentado e apontado para ações corretas e concretas para o enfrentamento desse mal que dilapida nossa sociedade, nossas famílias.

Uma dessas definições é a de que o usuário, um dependente químico, tão vítima quanto toda a sociedade, precisa ser compreendido no pólo hiposuficiente dessa questão merecendo atenção redobrada e especializada do estado, da sociedade e da família. É preciso compreender que vício é doença e viciado é doente e que a ação fundamental que precisa ser empreendida junto a esse cidadão é possibilitar-lhe tratamento.

Para nossa surpresa, algumas de nossas lideranças têm procurado o caminho mais curto para o enfrentamento da questão criminalisando sua solução. Procurando transforma doença em crime, doente em bandido e terapêutica em pena.

Tramita no Congresso Nacional, mais especificamente no Senado Federal, Projeto de Lei do Senado de nº., 111/2010 de Autoria do Senador Demóstenes Torres (DEM-GO) que busca legitimar essa interpretação equivocada e descompromissada quanto à forma do enfrentamento dessa questão junto aos usuários de drogas.

O PLS 111/2010 é um acinte à dignidade humana quando desqualifica nossa sociedade frente à sua responsabilidade em cuidar bem de seus membros, principalmente os que se encontram em situação de “desproteção” total.

Não bastasse essa proposição equivocada somos surpreendidos por propostas de candidatos ao executivo estadual de criação de “hospitais especializados”  para a internação desses pacientes mostrando total desconhecimento do processo de enfrentamentos real da questão da saúde mental no país e no mundo. Não podemos nos conformar com projetos dessa natureza que não consegue colocar o foco na solução do problema.

Conheça o PLS 111/2010 e manifeste seu repúdio a essa forma de atuação frente a essa questão tão grave e que merece atenção de todos nós, homens e mulher do Brasil

Leia o PLS 111/2010

Anúncios

Read Full Post »